terça-feira, 28 de dezembro de 2010

I feel love - Blue Man Group



Já aqui tinha publicado uma versão, ligeiramente mais calma que esta. Para o caso, esta parece-me mais adequada. Agora que se aproxima um novo ano, desejo que todos o passem com este sentimento, que é o melhor que pode existir no mundo. E quanto mais energia...melhor!!

sábado, 18 de dezembro de 2010

Concurso de valladolid

Estes são os responsáveis pelos prémios dados este ano no concurso de cerâmica de Valladolid, Alejandro, Juan, eu e Victor del Río.


1º prémio vai até Itália

2º prémio vai até à Bélgica

1ª menção de honor até à Catalunha

Apesar do frio que fazia por Valladolid, lá nos juntamos todos para premiar algumas obras. Aqui vos deixo alguns pormenores dos premiados. A entrega dos prémios será a 13 de Janeiro com a exposição de todos os seleccionados.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

De volta a Valladolid



Estes foram uns dos "senhores" que me fizeram hoje companhia até aqui, Valladolid. Amanhã eu e mais dois elementos, teremos a tarefa de premiar alguém....

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Pintura de azulejos

Esta será a visão que terei nos próximos tempos. Projecto em mãos, se tudo correr como o programado, até finais de Fevereiro. Muitos m2 de azulejos pintados á mão para revestir bancos de um parque urbano. Este meu projecto foi aprovado á um ano, mas só agora é que começa a ser executado. Voltarei a falar sobre este trabalho, mais adiante...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Fim da exposição

"Tu e Eu?"
Grês, engobe, técnica da lastra, cozedura a 1200ºC. 2010

Terminou a exposição " O Antes, o Durante e o Depois", na Galeria Trindade. Esta foi uma das peças mais apreciada e que acabou por encontrar um novo dono.

Entretanto já novas exposições estão marcadas. A exemplo, a próxima, colectiva, será no Museu Amadeu Souza Cardoso, a 15 de Janeiro, intitulada "Escultura Cerâmica Hoje: 5 Autores Portugueses", com a participação de Cecilia de Sousa, Virginia Fróis, Heitor Figueiredo, João Carqueijeiro e eu. A Curadoria é de Karin Somers.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Passeata até Valência

Visita ao Museu de Cerâmica Gonzalez Marti, onde está patente a exposição de Maria Bofil, aproveitando para rever o director do museu, Jaume Coll.

Do cimo da Torre del Micalet

Myriam Jiménez, Juan Orti, Arturo, filhote de ambos e Rafael, o meu filhote, numa visita ao oceanário.

Foto de Federico Mongars

Antes de começar a todo o gás com o projecto que tenho agora em mãos, aproveitei para tirar uns dias de descanso com o meu filhote. Destino: Alicante e Valência.
Apesar do frio (coisa rara naquela zona), conseguimos aproveitar ao máximo todos os momentos possíveis, com os amigos que temos por lá. Rever o Juan e Myriam, agora papás ,foi muito bom. Já temos nova visita marcada.....

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Delimitação do Território" no Artes em Partes

"Delimitação do Território"
Grês, vidrado transparente, técnica da lastra, cozedura a 1100ºC em forno de lenha. 2005

Este trabalho pode ser visto no jardim do Espaço Artes em Partes até Dezembro.
Rua do Rosário, nº 274
Segunda a sábado, das 14.30 ás 20.00h

domingo, 14 de novembro de 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois" em Miguel Bombarda

"Floresta Portuguesa"
Grês, técnica da lastra e rolos, cozedura a 1200ºC com redução. 2008


"O Antes, o Durante e o Depois" de Vitor Hugo
Grês, engobes, técnica da lastra, cozedura a 1100ºC em forno de lenha. Acrílico raspado sobre vidro. 2010


Como já aqui referi anteriormente, esta exposição está dividida em dois espaços, uma parte na Galeria Trindade e outra no Centro Comercial Bombarda.
Estes dois trabalhos, podem ser vistos no Centro Comercial Bombarda, no corredor e na loja PIURRA.

domingo, 7 de novembro de 2010

Montagem e inauguração da exposição

Ajuda preciosa de Vitor Hugo e de Artur Ruivo na montagem da exposição

Montagem da exposição na Galeria Trindade
Um amigo que nunca falta ás minhas exposições, quando são aqui no Porto.

O meu colaborador nesta exposição, Vitor Hugo

Sempre a entrar e sair visitas
Um bom abraço da minha querida amiga de longa data, Rute Rosas

Inaugurou ontem a exposição " O Antes, o Durante e o Depois" da minha autoria com a colaboração de Catarina Mendes e Vitor Hugo, na Galeria Trindade e no Centro Comercial Bombarda. Observar a reacção das pessoas ao verem os trabalhos e lerem os títulos foi fantástico.
A visitar até dia 4 de Dezembro.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois"

"O meu jardim" (pormenor)
Grês,técnica da lastra, cozedura a 1200ºC, 2010. 200 x 300 cm.
Depois de ter estado exposta em Setembro, na Caja Duero, em Valladolid, a exposição vem agora aqui para o Porto.

Inaugura no próximo sábado, dia 6 de Novembro, a exposição "O Antes, o Durante e o Depois" com a colaboração de Catarina Mendes e de Vitor Hugo, na Galeria Trindade e no Centro Comercial Bombarda, na rua Miguel Bombarda.
Estará patente até dia 4 de Dezembro.

domingo, 24 de outubro de 2010

O Concerto

Le concert de Radu Mihaileanu

Micmacs à tire-larigot

MICMACS à Tire-Larigot de Jean-Pierre Jeunet

De 19 a 24 de Outubro, festival de cinema francês, aqui no Porto. Consegui ir ver este dois filmes e sala esgotada em ambos. Quero mais...

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O que se ouve hoje por cá

Estar á volta de memórias descritivas e de orçamentos é coisa que me aborrece sempre, mas fundamental para que o trabalho siga em frente. A ver se este senhor me ajuda a concentrar....

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Dia Mundial da Música

Blob Baloon Ensemble - S. Bento

Músicos de Centro Comercial Stop espalham-se pela cidade durante o Dia Mundial da Música. Intervenções musicais curtas passam por vários locais: coretos, jardins, ruas, praças e centros comerciais. o dia decorre sob o signo da música, com os portuenses a serem surpreendidos pelos timbres de diferentes instrumentos. Um pouco por toda a parte há uma Operação Stop à espera de apanhar alguém!

Programa:
10.00/10.30 - Orquestra de instrumentos ridículos - CCStop
10.30/11.00 - Blob Baloon Ensemble - S. Bento
11.00/11.30 - Duo Filipe Silva / Albrecht Loops - Praça dos Poveiros
11.30/12.00 - Retimbrar - Via Catarina
11.30/12.00 - Mustache - casa da Músisa
11.30/12.00 - João Martins sax baixo solo - Norte Shopping
11.30 12.00 - Rock´n´Stop - Praça dos Poveiros
12.30/13.00 - Retimbrar - Exterior Casa da Música
12.30/13.00 - Blob Baloon Ensemble - Norte Shopping
13.00/13.30 - Mustache - Palácio, frente ao bar
13.30/14.00 - Eskizofrénicos - Praça da batalha
14.00/14.30 - Rock´n´Stop - Largo da Sé
14.30/15.00 - Cueca Amarela - Rua Santa Catarina
15.00/15.30 - Edamir - Campo 24 Agosto
15.00/15.30 - Mustache - Cedofeita
15.00/15.30 - Pterossaurus - Largo da Sé
15.00/15.30 - Filipe Silva - Via Catarina
15.00/15.30 - Red Albinos - Praça dos Poveiros
15.30/16.00 - Rock`n´Stop - Escadaria Casa da Música
15.30/16.00 - Cueca Amarela (pálida) - S. Bento
15.30/16.00 - Olive Tree Dance - Praça dos Poveiros

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Concurso de cerâmica de valladolid

El ayuntamiento de Valladolid y la Asociación de Ceramistas Vallisoletanos (ACEVA) organizan el XVI Concurso de Cerámica Ciudad de Valladolid. El plazo para el envío de solicitudes finaliza el 31 de Octubre.
Los interesados en participar deben enviar el formulario cumplimentado acompañado de cuatro fotografás sobre fondo neutro en buena resolución además de la descripción de los aspectos técnicos de la obra.
Asociacion de Ceramistas Vallisoletanos
Apto. de Correos, 359
47080 Valladolid
tel. 0034 627 959 558

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Workshop de Cerâmica

Recomeçam os workshops de cerâmica na Galeria Trindade já neste próximo sábado. Das 15.30h ás 18.30h, de 15 em 15 dias. As inscrições estão abertas na galeria, Rua Miguel Bombarda, 200, telefone: 22 208 85 28.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Fim da exposição

Chegou ao fim a exposição intitulada "O Antes, o Durante e o Depois", com a colaboração de Catarina Mendes e Vitor Hugo, na Sala de Exposições da Caja Duero, em Valladolid, resultante do prémio que havia recebido do concurso internacional de cerâmica de Valladolid.
Segundo as indicações que tenho, foi bastante visitada e os catálogos esgotaram.
Para quem a queria ter visitado e não conseguiu, terá nova possibilidade, pois a exposição inaugurará em Novembro, na Galeria Trindade,em Miguel Bombarda, aqui no Porto.

sábado, 18 de setembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois"

"Andas ás voltas" (capitulo "o antes")
Grês, sulfacto de ferro, técnica da lastra e rolos, cozedura a 1180ºC a gás com redução. 2010. 100 x 100 x 4cm


"Sair da toca?" Sofia Beça em co-autoria com Vitor Hugo (capitulo "o durante")
Grês, engobes, oxidos, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 40 x 40 x 9 cm

"É bom "ver" borboletas" (capitulo "o depois")
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 36 x 40 x 12 cm

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois"

"Que distância nos separa?" (capitulo o "durante")
Grês, técnica da lastra e bolas, cozedura eléctrica a 1200ºC. 2010. 45 x 70 x 8 cm
"O meu jardim" (capitulo o "durante")
Grês, porcelana, técnica da lastra, cozedura eléctrica a 1200ºC. 2010. 200 x 300 x 25 cm

"Doce Sal XVI" - Catarina Mendes (capitulo o "depois")
Prova fotográfica em duratran, montada em caixa de luz. 2006. 126 x 126 x 19 cm

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Exposição de valladolid



"Tu e Eu?" (capitulo o "durante")
Grês, engobe, técnica da lastra, cozedura a 1200ºC. 2010. 22 x 22 x 60 cm

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois"

"Colmeias" (capitulo o "antes")
Grês, técnica da lastra e rolos, cozedura a 1100ºC em forno de lenha. 2009. 27 x 17 x155 cm


"Abraça-me " (dor) (capitulo o "durante")
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 60 x 18 x 8 cm

"Abraça-me" (felicidade) (capitulo o "depois")
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 65 x 22 x 10 cm

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Texto de Patricia Caveiro

El antes, durante y después de Sofia Beça representa, en algunos momentos, preocupaciones y vivencias de la vida de la ceramista, sin perder, no obstante, el carácter formal y orgánico que caracteriza su obra. Se alcanza así una dramaturgia obvia y clara, de descubrimiento constante.

Dramatúrgicamente compuesto por tres actos, el antes, el durante y el después, se desarrolla a través de una metáfora, de la relación de lo humano con los sentimientos diarios. Sofia Beça los releva a través de una evidente aproximación a su propria aventura poética, reproduciendo una redundancia cíclica.

El antes
Repleta de memorias de un pasado reciente, la artista interviene cruzando su futuro, donde prevalecen imágenes de sí misma, en un diálogo casi concerniente a un futuro cercano.

La atención se centra en estas dinámicas y formas, describiendo una búsqueda de interpretaciones y re-interpretaciones, considerando incluso algunas teorías casuales de especialización temporal e intemporal.

El durante
Este conjunto de obras se construye en una base de investigación, dejando que en ellas se proyecten sentimientos de espera, de continua soledad y de exasperante dolor. No obstante, en otra parte, se nos revela de manea compulsiva la apertura de una nueva puerta a un mundo que en otros tiempos podía parecer lejano o incluso inexistente. El descubrimiento de algo que lo abarca todo, y con ello el alejamiento del dolor y de la soledad.

Estas obras generan una relación inquietante con la intemporalidad, convirtiéndolas en un espacio comunicante, donde se puede construir un archivo de memorias permanentes, donde se puede prever una fuga. Se manifiesta una cierta complicidad ambigua con un pasado reciente en la expectativa de un futuro en ahora.

Sofia Beça revela este archivo de memorias a la fotógrafa Catarina Mendes, que nos muestra una reinterpretación, creando de esta manera una colectividad inherente al proceso de construcción y confirmación de una identidad creada por Sofia. Catarina da vida, acción, movimiento. Y personifica la oratoria intensa de la ceramista.

El después
En este tercer acto, la obra se nos muestra en una nueva dimensión, añadido al final de un ciclo que anteriormente se desarrollaba en torno a una singularidad constante y regular. El descubrimiento de nuevos ciclos, pluralidades y irregularidades nos lleva así a una multiplicidad de colores y recursos, ofreciéndonos una nueva visión del presente, y conduciendo simultáneamente a una relectura del pasado.

A Vitor Hugo le reiteramos el epílogo de esta epopeya de la ceramista, diferenciado formalmente en un simbólico tríplico, un fragmento del pasado cuya relación con la realidad actual, va trayendo consigo recuerdos, asociaciones, interpretaciones y re-interpretaciones, buscando analizar los aspectos asenciales de una especial diversidad.

Patricia Caveiro
Julio 2010

domingo, 12 de setembro de 2010

Exposição "O Antes, O Durante e O Depois"

"Anda daí!" (capitulo "o durante")
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 130 x 13 x 9 cm


"Já cá estou!" (capitulo "o depois")
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 70 x 12 x 9 cm

sábado, 11 de setembro de 2010

Exposição de valladolid

"Os meus caracois" ( capitulo "o antes")
Grês de diferentes cores, técnica da lastra e rolos, cozedura a 1280ºC em forno de lenha. 2007. 6 x 55 x 55 cm (cada)


"Corações restaurados" (capitulo "o durante")
Grês, técnica da lastra, cozedura elétrica a 1200ºC. 2010. 40 x 50 x 15 cm.


Remendo o coração, como a andorinha
Remenda o ninho onde foi feliz
Artes que o instinto sabe ou adivinha...
Mas fico a olhar depois a cicatriz

Miguel Torga


"O Antes, o durante e o depois" - Vitor Hugo
Grês, engobes, técnica da lastra, cozedura a 1100ºC em forno de lenha. Acrilico raspado sobre vidro. 2010. 92 x 47 5 cm (cada um)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dias de descanso



De regresso a casa, depois de inaugurada a exposição em Valladolid e de uns dias de descanso na zona de Alicante. Um dos programas era fazer uma visita ao meu querido mestre e amigo Arcádio Blasco. Dois desses dias foram dedicados a ele. Vi terminado um trabalho que à uns anos o vi começar, o seu "aprisco" (ultima foto). Enquanto a conversa ficava em dia, não parou de desenhar. Um dos seus vícios....e que o tenha por mais anos!

Fotos de Federico Mongars

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Texto de Joaquín Vidal para o catálogo

"El Antes, El Durante y El Después"

Por la ventanilla se sucede un paisage semidesértico, dentro se va desgranando Madredeus y con ella brotan las palabras que me hablan del después. Quizás, pensándolo bien, sean híbridos del durante-después. Ella todavía no sabe que van haciendo diana en el silencio.

Sofia beça trabaja sola, de espaldas al ajetreo, ensimismada y a la vez atenta. Sin prisa, sin pausa, con todo el control que se puede esperar. Aparentemente todo planificado, todo controlado.

Trabaja con los elementos más simples, barro y fuego, como si se tratara de letras aisladas que fuera agrupando, combinando, estructurando hasta encontrar su sitio y componer un poema.

Letras de barro que trabaja delicadamente, con paciencia y mimo, hasta que adquieren la apariencia y el significado de las letras de los códices antiguos. Nada carece de significado o tiene un sitio aleatorio. Las pequeñas piezas se disponen sobre sus soportes en función de un lugar y un tiempo vividos, agrupándose, abrazándose y separándose con color o esperanza.

Los colores de tierra, a veces salpicados por sombras de humo, hacen que la forma y disposición de los elementos, frecuentemente minimalistas, transmita toda la fuerza de su carácter.

Día a día, letra tras letra va conformando las páginas de un relato lleno de pasages intensos para el que se atreva a leerlo.

En la exposición "El Antes, el Durante y el Después", Sofia Beça nos ofrece la crónica del tránsito por la ausencia, el dolor y el reencuentro. Un viaje de lo general a lo particular, desde un mundo exterior, hacia el profundo interior donde encontrar los valores que permanecen inmutables y con ellos volver, si es posible, reforzada y renovada.

Poder contar con compañeros de viaje es siempre una valiosa aportación. Nuevos puntos de vista y el apoyo incondicional que se genera por el esfuerzo conjunto producen lazos indisolubles y obras inolvidables. Estos compañeros de viaje son Catarina Mendes y Vitor Hugo que aportan sus puntos de vista como fotógrafa y deseñador en algunas obras conjuntas.

Seguramente Sofia nos seguirá hablando durante mucho tiempo, con el barro desnudo, de su interior y de aquellos seres que la rodean y que han permanecido al alcance de su mano, merecedores de su abrazo y de otros nuevos que irán llegando y sin duda, poblando su jardín.

Joaquín Vidal
Muel Julio 2010

Exposiçao Valladolid

"Floresta Portuguesa" (capitulo "o Antes")
Grês, técnica da lastra e rolos, cozedura a 1200ºC com reduçao. 2008. 400 x 400 x 30 cm

"O sonho das árvores" - Catarina mendes
Prova fotográfica cromogénea. 2010. 50 x 50 cada uma

"Tenho asas para voar" (capitulo "o Durante")
Porcelana, técnica da lastra, cozedura a 1200ºC. 2010. 150 x 300 x 4 cm


"Bailando" ( capitulo "o Durante")
Grês, técnica da lastra, cozedura a 1100ºC em forno de lenha. 2010. 86 x 30 x 20 cm