sábado, 31 de dezembro de 2011

E já lá vai mais um



Segundo o calendário que nos "orienta", termina aqui mais um ano. Para mim pouco ou nada me diz, uma vez que tenciono continuar o meu caminho, ou seja, com projectos, com energia e com amor para os meus amores e amigos. De todas as formas, que venha lá esse tal ano novo, que será muito bem vindo!( espero)

E uma vez que Anouar Brahem me acompanhou muitas e muitas horas a fazer o que mais gosto, que é ter "as mãos na massa", tinha que o escolher para acabar este "tal" ano. 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Mostra de Cursos nas Belas Artes

Termina hoje a 1ª Mostra dos Cursos de formação contínua, na Biblioteca da Faculdade de Belas Artes do Porto. Esta mostra tem a finalidade de promover os cursos que aí foram dados, para novas inscrições. 
O Curso de murais cerâmicos cozidos em fornos de papel, monitorado por mim, também está presente nessa mostra, para um futuro curso se realizar.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Novo dono

"Abraça-me (felicidade)"
Grês, técnica da lastra, cozedura a gás a 1180ºC com redução. 2010. 65 x 22 x 10 cm

Este trabalho encontrou agora um novo dono, que espero que o "abrace" com o mesmo carinho que eu o realizei.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Melancolia



Melancholia é um planeta gigante, escondido atrás do Sol, que agora se encontra em rota de colisão com a Terra, numa "dança de morte" que ameaça a total destruição do planeta. Justine é uma jovem frágil e depressiva a viver a sua festa de casamento com Michael, o homem que ama. Claire, a equilibrada irmã mais velha e suporte emocional da família, é casada com John e mãe de Leo. As duas irmãs têm personalidades opostas e uma relação ambivalente que oscila entre o amor profundo e a raiva. Mas, quando chega o momento previsto para o embate dos planetas, as duas mulheres têm reacções contraditórias. E, contra todas as probabilidades, a sua relação inverte-se...
Mais do que um filme-catástrofe, "Melancolia" é, segundo Lars Von Trier, um filme sobre a natureza humana e as suas reacções num contexto de hecatombe, seguindo a premissa de que as pessoas depressivas tendem a reagir de um modo estranhamente calmo em situações limite. O elenco conta com a participação de Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Alexander Skarsgård, Charlotte Rampling, John Hurt entre outros. O filme, em competição na edição de 2011 de Cannes, deu a Dunst o prémio de melhor actriz.

Habemus Papam



Depois da morte do Papa, os cardeais de todo o mundo reúnem-se para, em clausura, eleger o seu sucessor (Michel Piccoli). Enquanto isso, na Praça de São Pedro, milhares de pessoas aguardam ansiosamente a primeira aparição do novo Sumo Pontífice. Porém, esmagado com o peso da responsabilidade, o herdeiro de S. Pedro entra em pânico, recusando-se a aparecer em público. Depois de tudo tentarem, os seus conselheiros decidem chamar um dos mais reconhecidos psicanalista do país (Nanni Moretti) para o ajudar a ultrapassar a crise. Mas nada parece surtir efeito. E, depois de três dias com o mundo suspenso, vagueando solitariamente pelas ruas de Roma, ele tem de encontrar a coragem necessária para tomar a única decisão possível...
Uma comédia dramática, realizada por Nanni Moretti ("Querido Diário", "O Quarto do Filho"), sobre a dúvida, a angústia e a vulnerabilidade do ser humano.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Um Método Perigoso



Em 1907, Sigmund Freud (Viggo Mortensen) e Carl Jung (Michael Fassbender) iniciam uma parceria que iria mudar o rumo das ciências da mente assim como o das suas próprias vidas. Seis anos depois, tudo isso se altera e eles tornam-se antagónicos, tanto no que diz respeito às suas considerações científicas como no que se refere às questões de foro íntimo. Entre os dois, para além das divergências de pensamento, surge Sabina Spielrein (Keira Knightley), uma jovem russa de 18 anos internada no Hospital Psiquiátrico de Burgholzli. Com diagnóstico de psicose histérica e tratada através dos recentes métodos psicanalíticos, ela torna-se paciente e amante de Jung e, mais tarde, em colega e confidente de Freud. Isto, antes de se tornar numa psicanalista de renome.
Realizado por David Cronenberg, "Um Método Perigoso" é baseado na peça "The Talking Cure", do dramaturgo e argumentista inglês, nascido nos Açores, Christopher Hampton, inspirada na obra de John Kerr

terça-feira, 29 de novembro de 2011

A origem do projecto " O Muro dos Sussurros"

 Represa romana do parque de Muel, Zaragoza, Espanha

Maqueta inicial do projecto "O Muro dos Sussurros"- Sofia Beça, Juan Ortí e Alberto Andrés

Já fez um ano que propus a Juan Ortí e a Alberto Andrés para formarmos uma equipa para a realização de um projecto. Ambos aceitaram de imediato e começamos a trabalhar numa proposta, que acabou por ser " O Muro dos Sussurros".
Ao fim de mais de um ano conseguimos começar a sua execução ( finalmente), como poderão ver no que fui publicando anteriormente aqui no blog, mas que ainda não está terminado. De momento está em fase de secagem e só daqui a dois meses se poderá começar a fazer as fornadas, para assim assegurarmos uma boa secagem sem surpresas ( que infelizmente muitas vezes surgem). Depois, se tudo correr como esperamos, passaremos á fase da montagem da escultura no local definitivo.
Deixo aqui as imagens do que nos baseou o projecto e como imaginamos o muro na recta final e também uma pequena explicação no que consiste o trabalho.

"...O projecto consiste na realização de uma escultura de grande formato. Na hora de desenvolver a ideia, tivemos duas questões em conta, a primeira com o seu entorno e a segunda que estivesse vinculada ao espaço escolhido.
A integração no seu entorno consegue-se trabalhando com os tons do barro e engobes terrosos, de maneira a que esses tons sejam a continuação da pedra e o barro que caracteriza o parque.
A vinculação com o espaço surge através da reinterpretação de um dos elementos mais caracteristicos do parque e da história de Muel, como é o muro da represa romana.

A escultura " O Muro dos Sussurros", quer transladar uma parte da represa para outro lugar do parque e a sua descontextualização do seu contacto directo com a água. Colocá-lo mais perto das rochas que da água.
Por outro lado, tomando como imagem de partida o muro de blocos e dando protagonismo aos módulos na vertical, consegue-se encontrar outros sentidos na obra, que vão desde o jogo das fachadas arquitéctónicas contemporaneas, à possível leitura como se fosse um código de barras..."

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Projecto " Muro dos sussurros"

 2º piso pronto para ser pintado com os engobes


Dando indicações de como queriamos o Muro pintado, uma vez que duas das pintoras do museu de cerâmica se ofereceram para nos dar uma ajuda.

 Acabar de pintar todos os pisos

15 dias era o prazo que tínhamos previsto para executar o nosso projecto. Com muitas horas seguidas sem parar, com o corpo todo dorido de tantas placas na laminadora, mas conseguimos. Também tivemos a sorte de irem aparecendo voluntários para nos dar uma mão. Agora todos os blocos (12) do Muro dos Sussurros estão a secar muito lentamente no armazém do Museu de Cerâmica de Muel. Se tudo correr bem, daqui por 2 meses começam as cozeduras.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A minha melhor companheira

Sempre ouvi dizer que os gatos se comportam muito como os donos. A Joaninha era um bom exemplo disso, mau feitio como eu e dona do seu espaço. Foi a minha companheira de vida. Durante 15 anos sempre esteve ao meu lado enquanto trabalhava no barro, sentada ao colo enquanto estava no computador, no sofá, nas refeições, na cama.... por onde eu estava, estava ela. Conhecia-me como nunca niguém me conseguiu conhecer. Infelizmente a duração de vida dos gatos é inferior á nossa e sabemos que mais tarde ou mais cedo nos vão deixar. Para quem nunca teve gatos, nada do que escrevo faz sentido, mas para quem os tem, sabe seguramente que hoje tive que tomar uma das decisões mais dificeis da minha vida. Vou sentir sempre saudades desta minha amiga.

Projecto " Muro dos sussurros"





Os últimos volumes construídos para o "Muro dos Sussurros".

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Projecto "Muro dos Sussurros"


 Vamos arrumando os blocos do muro para poderem secar pouco a pouco e em lugar seguro.

 Adolfo Giner vai dando uma ajuda sempre que pode. E que é bem preciosa

Os dias vao passando e o trabalho segue a bom ritmo.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Quebrar a rotina


 Um sobrevivente por poucos dias

 Joaquin Vidal com Juan Ortí


Ao fim de uma semana a trabalhar 12 horas por dias ( ás vezes até mais) sem parar, domingo pela tarde, eu e Juan, decidimos obrigar-nos a dar um passeio. Já tinha estado neste sitio no ano passado, no verao e quis regressar para ver a diferença no Outono. A diferença é sem duvida muita, com muito menos vida, mas fabulosa na mesma. Consegue-nos "limpar" o corpo.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Projecto "O Muro dos Sussurros"

 Projecto que temos pela frente





"O Muro dos Sussurros" é o projecto que temos de nossa autoria entre maos. Eu, Alberto Andrés e Juan Ortí  temos agora duas semanas para o executar e voltaremos mais tarde para o cozer aqui no Museu de Cerâmica de Muel. A escultura passará a pertencer ao Museu.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Indo eu, ido eu a caminho de ...Muel

 Serra do Alvao
 Vinhas de Haro, la Rioja
 Forno de gás de Rafa Pérez

Vinhas de La Rioja

Desta vez nao fiz a viagem de seguida, aproveitei para desfrutar um pouco da paisagem e aceitei o convite de Carmen e Rafa Pérez, para desfrutar também da sua companhia. Claro está que Rafa estava a fazer o que mais sabe, ou seja, a trabalhar. Umas horas bem passadas e a carregar baterias para o trabalho que tenho pela frente.

sábado, 5 de novembro de 2011

Indo eu, indo eu a caminho de .... Muel!



Enquanto termino de fazer as malas para mais uma viagem, este senhor vai-me fazendo companhia aos ouvidos. Desta vez, o caminho é até Muel, Zaragoza. Faz um ano que desafiei Alberto Andrés e Juan Orti para um projecto, que de imediato alinharam nele. Esperamos, esperamos, mas finalmente vamos poder concretizá-lo agora.

domingo, 30 de outubro de 2011

As aventuras do Tintim



Não sei quem gosta mais do Tintim cá em casa, se eu ou o meu filhote, portanto, não podiamos deixar de ver este filme que é feito para miúdos e graúdos. Valeu bem a pena.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Curso Murais Cerâmicos nas Belas Artes do Porto

video
Já aqui falei e registei imagens do Curso de Murais Cerâmicos Cozidos em Fornos de Papel, na Faculdade de Belas Artes do Porto. Deixo agora um registo mais longo que me parece que "explica" melhor o tempo passado nesse curso. Tudo indica que se irá repetir.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Restauro de Azulejos

 Os azulejos nas gazetes, prontos a serem cozidos no forno a 1000ºC.

 Assim ficou o resultado dos azulejos, misturando as cópias com os antigos, a diferença é pouca.

Este é o modelo das faixas laterais da casa.

Foi assim que ficou o resultado de dois meses de trabalho. 1000 azulejos para pintar. Obviamente que se nota sempre a diferença, por mais aproximado que se consiga, as matérias primas já não são as mesmas, os brilhos também não, o cuidado que tinham na pintura era um desastre. Um desafio neste trabalho era tentar não ser perfeita na pintura nem na limpeza dos azulejos. Isso sim, foi um desafio ao qual não consegui ter muitos resultados.
Fazer restauro de azulejos não é o que mais me agrada fazer (embora tenha formação para isso) , como dá para perceber no meu blog, mas apesar de ser muito trabalhoso, é gratificante poder contribuir de alguma maneira para que os azulejos perdurem nas fachadas portuguesas. E quando se encontra um cliente como o deste caso, melhor ainda. Uma pessoa exemplar, cuidadoso,  curioso em saber como se processa uma recuperação de azulejos. Teve o cuidado de recuperar os azulejos antigos  conforme lhe dei indicações.
Agora é só aguardar que sejam colocados na parede para ver os resultados em definitivo. Quando assim for, colocarei aqui uma foto do edifico antes do restauro e depois de terminado.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Restauro de Azulejos





Depois de encontrados os tons de azul mais aproximados, há que pintar os azulejos com estampilhas e depois fazer os acabamentos com o pincel.  E um trabalho bastante repetitivo que depois até se torna cansativo. Calma e paciência é fundamental aqui, que se consegue com uma boa música como companhia.

Fotos de Federico Mongars