segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Livro "Contemporary Ceramics"


Chegou-me finalmente ás mãos o livro Contemporary Ceramics de Emmanuel Cooper da editora Thames & Hudson. Para este livro foram escolhidos 500 ceramistas de todo o mundo. Todos têm um pequeno texto sobre a sua obra e uma imagem. Sobre mim escreveram:

A powerfull sense of environmental concerns informs the works of artists Satoru Hoshino and Sofia Beça. Hoshino creates a convincing sense of growth in installations that seem to invade and take over gallery space to evoke a sense of the organic without replicating anyparticular aspect. Beça´s work makes allusions to such things as standing stones, objects that may be the result of natural activity or carefully created and placed by human endeavour. The use of earth colours, such as terracota and burnt brown, are the colours of earth, the reassuring, quiet tones of land."

Neste livro, para além de encontrar vários ceramistas meus conhecidos, foram também escolhidos Rafael Pérez e Thomas Weber, que participaram comigo nos Encontros Internacionais de Ceramistas em Boassas.

10 comentários:

ana lebre disse...

Parabéns!

Sofia Beça disse...

Obrigada Ana
Beijo
Sofia

Aida Freitas Ferreira disse...

O livro é fantástico.
Mas ainda se torna mais fantástico quando a escolhida foste tu!

Parabéns transmontana!
beijo

P.S.Gostaria como te disse que a capa fosse mais explicita do que contém. Pois só olhando bem é que se vêem as latas da coca-cola.

Sofia Beça disse...

Olá Aida
Fui escolhida eu juntamente com mais 499. O que sabe bem é saber que estou nesse grupo a nivel mundial. Com tantos artistas que existem no mundo, escolherem 500 e eu estou no meio dessa escolha, deixa-me com algum orgulho, confesso.

A capa para mim também foi um espanto, mas olhando bem para o trabalho, agrada-me.

Quem me dera ser mesmo transmontana, tenho apenas as costelas do meu avô!

Beijo
Sofia

Aida Freitas Ferreira disse...

Deixa lá a costela! Tens o espírito.

É relamente um previlégio conhecer uma dessas 500 artistas. ÉS GRANDE e nunca deixes que te digam o contrário.

Sofia Beça disse...

Nao sou grande e tenho duvidas se serei grande coisa.
Depende da opinião de cada um.

Aida Freitas Ferreira disse...

Grande, grande não és! mas um metro e sessenta e pouco´já ajuda para chegares ao arma´rio das bolachas! Ih, Ih!
Já dizia o meu avô "A mulher quer-se pequenina como a sardinha!"

è claro que a opinião de cada um é a de cada um. Gregos e Troianos como agradar a todos? Impossível.

Continua a crESCER....

Sofia Beça disse...

Vês como concordas comigo em como não sou grande? Chego ás bolachas e a muitos mais sitios!
Se sou grande coisa?? Estou a trabalhar para isso seguramente. Por agora...vou sendo.

José Ramos disse...

Fico feliz por si, que tenho acompanhado e apreciado, pelo Rafa com quem tive o prazer de, também, fazer amizade e pelo Thomas Weber que conheci em Boassas e passei a admirador da sua obra.
Abraço, José Ramos

Sofia Beça disse...

Caro Josè Ramos

Obrigada pelo seu comentário.
Um abraço
Sofia