domingo, 31 de janeiro de 2010

Novo dono

"Fortificação"
Grês, porcelana, técnica da lastra, cozedura a 1150ºC com redução. 2005 100 x 100 x 40 cm
Este trabalho foi morar para Coimbra.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Novo dono

"Flor"
Grês, técnica da lastra, cozedura a 1200º C. 25 x 25 x 25 cm. 2009

Este e mais um outro trabalho, encontraram um novo dono. Passarão a "viver" em Portimão.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Novo dono

“Menir I”
Grês, porcelana, cozedura a 1150º C, com redução em forno gás. 2005. 35 x 35 x 70 cm

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Lhasa de Sela




Morreu á pouco tempo Lhasa de Sela, justamente na altura em que me dão a conhecer o seu trabalho. Fica aqui uma pequena homenagem.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Festival de Arte Contemporanea em Dakar

No final do ano passado recebi um convite para participar no 1º Festival de Arte Contemporanea em Dakar, Senegal. Era dirigido a escultores, pintores, fotógrafos e designers, a realizar já no próximo mês de Fevereiro. Começaram as trocas de mails, mas chegou um momento em que achei que o melhor seria ter informações mais precisas sobre segurança (estamos a falar do Senegal) e contactei uma entidade, que não mencionarei aqui. Soube entretanto que um amigo meu também tinha sido convidado e que estava também interessado em participar. A ideia era cada participante enviar por correio dois trabalhos e pagar metade da viagem. Qual é o meu espanto, quando essa entidade a quem pedi informações me avisa para não enviar trabalho nenhum pois não existe nenhum festival a ser organizado. E como esse meu amigo ía cair na armadilha, escrevo esta noticia para o caso de alguém que a esteja a ler e que também tenha sido convidado, ter cuidado, muito cuidado, pois é um grupo que anda a tentar apanhar obras e dinheiro dos artistas. Espero que o aviso ainda vá a tempo para alguns. Para mim foi.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

A história fotográfica do Rafael

video

Quando eu soube que iria receber o prémio em Valladolid, o Rafael de imediato disse que também queria. Dei-lhe esse gosto, pois nem sempre é possível levá-lo comigo cada vez que saio do país em trabalho. O curioso é que o Rafael quis fazer uma história fotográfica da viagem, desde que saímos de casa até regressar. O resultado é este que se apresenta aqui. Sempre de máquina na mão, foi registando aquilo que lhe parecia importante contar. Durante a entrega dos prémios, todos o quiseram conhecer, por lhes parecer um fotógrafo profissional de palmo e meio. Seleccionou as fotos, quis fazer o diaporama, escolheu a música e pediu para eu colocar no blog. Note-se que o Rafael tem apenas 8 anos. Mãe babada?? Sem duvida!

domingo, 17 de janeiro de 2010

Cinzas e Sangue

Exilada em Marselha após o assassínio do seu marido, dez anos antes, Judith (Ronit Elkabetz) decide ceder aos desejos dos seus três filhos e regressar à Roménia, o seu país natal, para a celebração do casamento de uma prima que reunirá todo o clã. De volta a casa, Judith cedo compreende as razões que a levaram ao afastamento e porque se recusou durante todos estes anos a rever a família. Mas este reencontro familiar será tudo menos pacífico. Velhos ressentimentos, ódios e inimizades renascem... Um drama familiar escrito e realizado por Fanny Ardant.

Estrela Cintilante

Em 1818, o jovem poeta inglês John Keats (Ben Whishaw) apaixona-se pela sua vizinha Fanny Brawne (Abbie Cornish) sem imaginar como isso irá mudar a sua vida. Apesar de terem muito pouco em comum, - ele um poeta romântico, ela uma estudante de moda pouco dada à literatura - a grave doença do irmão mais novo de John aproxima-os. Essa amizade, que rapidamente se transforma num amor sem limites, tendo a poesia como linguagem, acaba por tornar-se uma obsessão difícil de aceitar por todos os que os rodeiam. Mas, apesar de todas as contrariedades, só a doença e morte prematura de John Keats terá o poder de os separar.Um filme biográfico, realizado por Jane Campinon, cujo título original se inspira em Bright Star: Love Letters and Poems of John Keats to Fanny Brawne, uma colectânea de cartas de amor e poemas do próprio escritor dedicados ao amor da sua vida.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Entrega dos prémios e inauguração da exposição em Valladolid

As premiadas com os representantes do concurso.


Lea Georg comigo, cada uma junto do seu trabalho.

Miguel González Santamaría "Sin titulo"

Rebecca Maeder "Jardin Secret"(menção honrosa)

Juan Luis Tortosa "Patrulla de Combate"

Apesar de inicialmente ter ficado muito desiludida por ver o meu trabalho exposto daquela maneira e não na parede, tudo correu lindamente. Nesta sala não é permitido furar paredes.
A entrega dos prémios foi feita e a respectiva inauguração também. Na realidade, os prémios não se ficam por aqui. Esta foi a primeira parte, porque a outra parte do prémio creio que ainda é melhor. Eu e a Lea temos que preparar uma exposição em conjunto para inaugurar dia 1 de Setembro, em Valladolid, numa sala bastante grande, onde se pode furar as paredes, com direito a catálogo e uma boa divulgação. Ou seja, muito trabalhinho pela frente.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Ida até Valladolid

Ainda hoje seguirei para Valladolid, apesar desta chuva e da neve que irei encontrar pelo caminho.
Como referia na postagem anterior, amanhã será a inauguração da exposição e a entrega dos prémios do concurso internacional de cerâmica. No final da semana dou mais noticias.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Entrega dos prémios e inauguração da exposição em Valladolid

A entrega dos prémios e a inauguração da exposição do XV Concurso de Ceramica "Ciudade de Valladolid"- II Encuentro Internacional, será realizada no próximo dia 14 de Janeiro pelas 12.00h no Centro de Recursos Turisticos- Pabellón de Cristal, situado na Acera de Recoletos s/n, Valladolid. A exposição poderá ser visitada até dia 31 de Janeiro.

1º Prémio - Lea Georg com a obra intitulada "Septett"
2º Prémio - Sofia Beça com a obra intitulada "Colmeias"
Menções de Honor para Sara Subías, Miguel Molet e Rebecca Maeder

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

I Encontro Internacional de Ceramistas em Boassas 2004

video

Estávamos em 2004 quando organizei e coordenei o I Encontro Internacional de ceramistas em Boassas. Participaram no encontro Arcádio Blasco, Rafael Pérez, Juan Orti Garcia, Fernando Malo, Javier Fanlo, Kaori Yamauchi, Yasuyuki Ise, Rute Marcão e eu. Participando também Gustavo Costa, na música. Este projecto foi possível graças á ajuda de Rute Marcão, de algumas entidades locais e governamentais, como por exemplo a Associação de Boassas, Instituto Cervantes e Fundação Oriente. Não esquecendo ainda uma boa parte da população de Boassas, que nos recebeu carinhosamente. O resultado foi depois apresentado em exposições no Forum da Maia e no Museu Gonzaléz Marti, Valência. Foi também editado um catálogo. Boassas nunca teve tradição cerâmica, mas graças a este encontro, passou a estar no "mapa" dos ceramistas nacionais e internacionais. Por questões pessoais escolhi Boassas para o evento, dando assim o meu contributo para a aldeia. Que foi muito.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Andando

Japão. Um dia quente de Agosto. Todo o clã reúne-se na velha casa de família, num evento anual em honra de Junpei, o filho mais velho, que morreu há 15 anos num acidente. Nessas 24 horas todos se analisam, a si próprios e aos outros, especulando como seriam as suas vidas se a trágica morte não tivesse ocorrido. São muitos os ressentimentos e muitas as formas de cobrança numa família desunida e disfuncional que tem aqui a grande oportunidade de mudar o que não está bem. Um drama familiar sobre o amor, o ressentimento e, essencialmente, sobre o arrependimento, filmado pelo japonês Hirokazu Koreeda, numa homenagem aos seus próprios pais já falecidos.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Bem vindo 2010!

Foto tirada em 2003, durante o Amakusa Festival Art, no Japão. Comigo estava Yasuyuki Ise, Megumi Hayashi e Kaori Yamauchi.

Este 2010 é assim que o quero receber. De sorriso nos lábios e de braços abertos para a Amizade, para os projectos, para o Amor... ou seja...para a VIDA!
Desejo que todos façam e tenham o mesmo.